Estatisticas
Membros : 81
Conteúdo : 113
Links da Web : 73
Visualizações de Conteúdo : 70684
Início Diversos Sistemas de qualidade Pré-requisitos para a garantia de qualidade

PostHeaderIcon Pré-requisitos para a garantia de qualidade

Uma vez percebido o significado de qualidade, há que protegê-la e melhorá-la, numa actividade designada “garantia de qualidade”. Mas antes duas coisas devem estar asseguradas: acessibilidade e dinheiro.

 

Acessibilidade

As instituições e os profissionais não podem prestar os seus serviços, seja ele bom ou mau, sem que haja acesso a eles.

  • Cada instituição ou profissional pode, pela sua política, necessidades, atitudes e comportamentos, facilitar ou impedir o acesso
  • A acessibilidade também pode ser em excesso, levando a intervenções desnecessárias
  • Os abusos geralmente advêm da ignorância, insensatez ou venalidade e não de excesso de acessibilidade
Uma maior facilidade no acesso aos cuidados aumenta a possibilidade de prestar maus cuidados tanto como bons cuidados.
À medida que o acesso melhora, as tarefas ligadas à garantia de qualidade tornam-se ainda mais críticas.
Dinheiro
  • É possível manter o nível de qualidade actual, ou mesmo melhorá-lo, melhorando a eficiência na prestação de cuidados, sendo imprescindível fazer todos os possíveis para o conseguir.
  • Independentemente da eficácia atingida, a qualidade irá sempre necessitar de fundos.
Noção impossível: a qualidade pode ser obtida a preço de saldo
  • Não chamar “eficiência” a reduções de custos obtidos à custa da qualidade.
  • Se desejarmos ficar num nível inferior de qualidade, a fim de poupar dinheiro, devemos expor isso de forma clara e honesta.