Estatisticas
Membros : 81
Conteúdo : 113
Links da Web : 73
Visualizações de Conteúdo : 70688
Início Radioterapia Braquiterapia Introdução

PostHeaderIcon Introdução

Existem em Portugal várias multidisciplinares que utilizam a braquiterapia para o tratamento do carcinoma da próstata. A técnica envolve o trabalho conjunto de uma equipa médica formada por especialistas em urologia, radioterapia e física médica. De entre as diversas técnicas de aplicação aquela que se tem generalizado, pela sua relativa simplicidade, baixa taxa de complicações e reduzido tempo de internamento, é a designada por implante permanente.

 

brO tratamento implica a implantação permanente, por via trans-perineal, de pequenas sementes de Iodo-125. Dada a relativamente baixa actividade e energia das partículas emitidas, este procedimento é suficientemente seguro para ser efectuado sem recurso a protecções específicas, sendo necessário apenas o seguimento de uma conduta adequada, no que diz respeito ao manuseamento das fontes radioactivas.

 

A realização de implantes permanentes para o tratamento do cancro localizado na próstata envolve a participação de profissionais de diversas áreas, médicas e não só. O núcleo da equipa é formado por um urologista, um radioterapeuta e um físico, sendo ainda de salientar a colaboração de profissionais de outras áreas, nomeadamente anestesiologia e enfermagem. São ainda de destacar os recursos ligados ao processo de esterilização e ao circuito de transporte do material radioactivo, desde o local de produção (p.e. Alemanha), até à aplicação no doente. As aplicações são efectuadas sob anestesia geral, sendo realizadas numa sala de bloco operatório.