Estatisticas
Membros : 81
Conteúdo : 113
Links da Web : 73
Visualizações de Conteúdo : 70693
Início Radioterapia Radiobiologia

PostHeaderIcon Radiobiologia

PostHeaderIcon Preâmbulo

A informação nesta secção baseia-se no conteúdo do material de apoio utilizado em curso de radiobiologia, lecionados pelo autor. O texto, tal como a organização dos assuntos, baseia-se no livro Primer of Medical Radiobiology de Elisabeth LaTorre Travis, publicado pela editora Year Book Medical Publishers Inc.

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Radiobiologia cínica

A Radioterapia (RT) é o uso controlado de radiações ionizantes para fins terapêuticos, principalmente de neoplasias malignas. As radiações dizem-se ionizantes por levarem à formação de iões nos meios sobre os quais incidem, induzindo modificações mais ou menos importantes nas moléculas nativas.

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Biologia Celular

Composição bioquímica da célula

  • Célula: a menor unidade orgânica capaz de existência independente
  • Água: 70-85% da massa celular.
  • Componentes orgânicos: proteinas, carbohidratos, lipidos e ácidos nucleicos.

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Interacção biológica

  1. A interacção da radiação nas células é uma função probabilística (i.e. pode ou não interagir e se interagir pode ou não provocar danos);
  2. A deposição inicial de energia é muito rápida (10 elevado a -17 seg.)
  3. A interacção radiação-célula não é selectiva (i.e. a energia é depositada ao acaso na célula);
  4. As alterações nas células, tecidos ou órgãos, resultantes da interacção com radiações ionizantes não são características (i.e. não podem ser distinguidas das devidas a outros tipos de trauma);
  5. As alterações biológicas em células e tecidos, devidas às radiações ionizantes ocorrem apenas após um periodo de latência, que pode ir de minutos a semanas ou até anos (em função de dose, cinética celular, etc.).

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Resposta celular

  • A fascinação inicial com o uso das radiações gerou uma utilização indiscriminada
  • Lesões provocadas pelas radiações levaram à investigação dos efeitos biológicos
  • Estudos in vitro e in vivo
  • Culturas de tecidos e curvas de sobrevivência (células HeLa - Puck e Marcus 1956)

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Radiobiologia dos tecidos

Tal como a nivel celular existem alvos preferenciais para a acção das radiações, também a nível tissular existem células ou grupos de células mais sensíveis ou de cuja morte dependem as alterações observadas no organismo após irradiação.

A deplecção de células alvo leva às lesões observáveis nos órgãos ou tecidos, após irradiação.

Os diferentes órgãos ou tecidos do organisvo vivo são compostos por diversos tipos celulares.

 

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Modificação da resposta

* A resposta à radiação pode ser modulada de diversas formas. A maior parte dos métodos são usados com o objectivo principal de melhorar o diferencial de resposta entre os tecidos normais e o tecido tumoral, ou seja o índice terapêutico.

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Patologia Geral

Alterações patológicas que ocorrem nos tecidos após irradiação

Efeitos 'agudos' vs. crónicos

* Esta sistematização é baseada apenas no tempo para a expressão dos danos
* Não descreve as alterações morfológicas e estruturais que ocorrem após irradiação

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Patologia Orgãos e Sistemas

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Doses de tolerância

A tolerância dos tecidos normais à radiação depende de múltiplos factores (dose total, dose por fracção, tempo de administração, débito de dose, volume tratado ...)

Leia mais...

 

PostHeaderIcon Efeitos tardios

Carcinogénese, mutagénese

  • Devem-se a alterações em células que sobrevivem à irradiação
  • Tem a ver com alterações induzidas, insuficientes para matar a célula
  • São eventos do tipo 'tudo ou nada', sem dose limite para a sua ocorrência.
    i.e. qualquer dose, por mais pequena que seja, acarreta uma probabilidade de os induzir

Leia mais...